Sobre o autor
José Ramos
Porto, EX, Portugal

Perfil

BANCÁRIO APOSENTADO = POETA POR DISTRACÇÃO; SOU CATÓLICO (ATEU) E GOSTO IMENSO DE TROCAR IDEIAS INTER-RELIGIOSAS,MAS SEM QUALQUER FANATISMO! AMO A LIBERDADE E NO CAPÍTULO RELIGIOSO "HOMEM CONHECE-TE A TI MESMO E CONHECERÁS O UNIVERSO DE DEUS" (Thales de Mileto); "D´US TEM MUITOS NOMES MAS É UM SÓ SER" (Aristóteles) ESTUDIOSO DA VIDA DE YESHUA O MESSIAS! A IGREJA CATÓLICA E AS SUAS CONTRADIÇÕES! A IGREJA PRIMITIVA; SUA EVOLUÇÂO PARA A MODERNIDADE!SANTO ANTÓNIO DE LISBOA (PÁDUA)! CATARISMO E SANTO ANTÓNIO DE LISBOA (PÁDUA).

"Sou um Zé Caeiro: poeta autodidacta, bancário reformado, média instrução, simplista conciso,que tem a mania do perfeccionismo...

" Alberto Caeiro

Tu, Místico

Tu, místico, vês uma significação em todas as cousas.

Para ti tudo tem um sentido velado.

Há uma cousa oculta em cada cousa que vês.

O que vês, vê-lo sempre para veres outra cousa.

Para mim, graças a ter olhos só para ver,

Eu vejo ausência de significação em todas as cousas;

Vejo-o e amo-me, porque ser uma cousa é não significar nada.

Ser uma cousa é não ser susceptível de interpretação.


O meu poema preferido!"


 
Textos deste autor  (clique no título para ler)
Título Categoria Views Coment.
Imolação (Saturnais) Poesias 738 0
Inadaptados Poesias 668 0
Corpo, dádiva ao Deus Cupido - POETRIX Poetrix 971 0
Ninfa que entrevi no Rio Vez - POETRIX Poetrix 921 1
Sol radioso beija a Cidade - POETRIX Poetrix 873 0
Mel, flores, frutos, aromas, sabores - PO Poetrix 843 0
Sensação pura de Amor Fogoso - POETRIX Poetrix 892 0
Nua, feminina, partes gulosas - POETRIX Poetrix 1284 0
Barco ancorado na margem do rio Poema 1189 0
Amaltéia, aleitou Zeus Divino - POETRIX) Poetrix 1136 0
É contigo que passo os Serões - POETRIX Poetrix 1016 0
Nesta vida brejeira, dissoluta - POETRIX Poetrix 887 0
A Minha Loucura Poema 740 0
Saboreado, nosso leito morno - POETRIX Poetrix 878 0
Renunciei à monótona vida - POETRIX Poetrix 934 0
A síndrome de desarrumação - POETRIX Poetrix 1132 0
Ficou afogueada minha Musa - POETRIX Poetrix 979 0
O Luar mostrava tua nudez - POETRIX Poetrix 928 0
A Nereide beijou o areal - POETRIX Poetrix 1001 0
Tu és para mim um louco delírio - POETRIX Poetrix 908 0
Vivi mesmo pouco, nervos cansados - POETR Poetrix 844 0
Nasci por querela familiar - POETRIX Poetrix 901 0
 
    
Total de 22 textos publicados.