À noite chega silenciosamente,
despede-se do dia tristemente.
Já é noite!
Uma noite diferente,
solitária e triste,
sem calor, sem palavras ...
Triste como um adeus,
sem lágrimas, sem despedidas,
sem abraços, sem acasos,
sem lua, sem ser Tua!
Somente um adeus em movimento ...
Uma noite fria,
fria como o inverno, no coração.
Só saudade e lembranças permanecem,
intactas,
vivas!


- Helena Huback -


 
Helena Huback Views: 70

Código do texto: 98c4b6a021b4d660644d5716e2fb0bef                  Enviado por: Helena Huback em 03/02/2018

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
Helena Huback
Nova Friburgo, RJ, Brasil


 Ver mais textos desta autora