É inarredável a realidade de que o partido dos trabalhadores e seu expoente máximo, o ex presidente brasileiro Luiz Inácio, personificam e são portanto, a contradição mais pulsante e assim, viva e atual que se tem conhecimento na vida politica nacional.
Mas, por outro angulo de observação, há que se colher de sua trajetória até aqui e possivelmente o seu extermínio logo mais, a lição que foi ministrada à sociedade brasileira, ao longo desses últimos anos.
Lógico que não foi o PT e seus políticos que inventaram e semearam a corrupção na vida politica entre nós, pois os outros partidos existentes antes de seu surgimento, pelos  representantes das várias siglas, há anos já destruiam valores morais do Brasil a cada ano.
Os desmandos, o roubar e dilapidar o erário com a cínica ou cretina desculpa do rouba mas faz, não é lero lero e nem slogan do PT. Este o levou para os palanques, condenando a prática e a tornando essa condenação também entre outras sua bandeira de moralidade em campanhas, sendo por isso a imagem do antidoto da roubalheira e pauta constante em sua oratória e item sempre presente nos discursos de seus candidatos, de maneira especial do Sr Lula e nesses inflamados discursos  a promessa do fazer diferente são e estão bem claros  nos clips e vídeos que circulam nas redes sociais mostrando categoricamente o fato e geral condenação aqueles praticantes.    
Porém, ao alcançar o poder e tê-lo nas mãos com o respaldo de expressiva massa de eleitores, a aminésia apagou das mentes petistas todos os peremptórios e alucinados discursos em palanque, com citação de muitos corruptos de décadas – muitos dos quais ainda estão na vida politica -  e forte condenação da prática.
E no entanto, ao invés de implantar severamente a moralidade politica, o praticar a responsabilidade com seriedade no trato do erário, houve sim o tomar do atalho da desonestidade, da completa e ampla imoralidade por parte de considerável parcela da legenda e que, foi tomando posse nas mais diversas atividades públicas brasileiras. E o pior, aliando-se ao mal feitores de antes.
Conclusão! Foi a invasão de massa significativa de petistas e apadrinhados em todos os orgãos desde cada municipio até os ministérios em Brasilia e que somavam 40 e então, enquanto objetivo era beneficiar a todos, o caixa da Nação começou a dar sinais de que estava rachando e prestes a quebrar e, quebrou.
Mesmo assim e por isso mesmo, havia necessidade de mais e mais dinheiro público ou viesse de onde viesse com ou sem carimbo de legalidade, pois outros pleitos viriam, o manter-se no poder era imperioso e imprescíndível, pois além do mais, havia em tramitação o projeto de poder definido e discutido no Forum de São Paulo e a ser colocado em prática.
E então,como já classificado pelo ex presidente do sindicato dos metalurgicos e depois também presidente do Brasil, a avidez por dinheiro aparentemente fácil, mas de todo povo brasileiro, fez surgir os aloprados como o próprio Lula classificou os companheiros apanhados no mensalão e cuja alopração, mesmo de vários condenados, extendeu-se e de maneira bem contundente para a Lava Jato e, para  iniciar o cavar da sepultura politica petista, surge no cenário juridico Federal com uma potente pá de conhecimento, e um cavador incansável de lisura na mão e limpeza no curriculum, o Juiz Sergio Moro.
O desenrolar com brevidade de sucessivas ações foi mostrando que o PT e seus aliados na montagem da grande rede de corrupção, era e é mais abrangente do que imaginado e, elo apos elo foram se juntando e mostrando à sociedade brasileira e mundial, extensa, forte, radical e ampla corrente de roubalheira e brutal sujeira que o PT, MDB e PP entre outros mais, agrilhoaram o dinheiro dos impostos brasileiro, orçamentos hiperfaturados e quebra da Petrobras.
Hoje 24 de janeiro de 2018, a Justiça Federal da 4ª Região em Porto Alegre, confirma por unanimidade a condenação de primeira instancia em Curitiba, imposta ao ex presidente Lula e até a amplia dos 9 para 12 anos e um mês. Pois o crime não compensa.
E então, ha que se colher historicamente que o PT plantou desmandos  e colheu uma presidente afastada por impeachment e um ex presidente condenado a prisão em duas instancias  pro corrupção passiva e assim, esses fatos podem ter definido um marco de moralidade a partir de agora e quem sabe os candidatos ou politicos passem a atuar com mais zelo, ética e pela conduta sóbria, legal e trabalhe em prol do povo e não em proveito próprio e de seus familiares, o que há anos recebe o desaprove da sociedade.
Afinal já é chegado o tempo de efetivamente mostrarmos ao mundo que somos uma grande, importante e séria Nação e que aqui há sim brasileiros decentes.
E por fim, quem diria: ontem as siglas partidárias se aproximavam, se uniam e coligavam ao PT para conseguir sob seu guarda chuva a proteção contra a derrota nas urnas  e assim se manter no poder e agora, já falam em dele se afastar pela mesma razão, pois com a condenação o partido emiti sinais de derrota nas urnas em função de sua pulsante contradição.
Lúcio Reis

Belém do Pará – Brasil em 24/01/2018.    

 
Lúcio Reis Views: 55

Código do texto: 1c9b9316baf2c7758dd025dcf6979a00                  Enviado por: Lúcio Reis em 25/01/2018

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Lúcio Reis
Belém, PA, Brasil


 Ver mais textos deste autor