A ninguém  é dado o direito de ignorar que, ao longo da história  recente desta República um de seus presidentes foi levado aos bancos de réus no judiciário brasileiro e, a luz da realidade atual esse troféu, diploma e medalha vai para o ex presidente Lula e seu PT.

Além do processo em andamento, noqual ele já foi condenado, cujo recurso será julgado em segunda instância em Porto Alegre no dia 24 vindouro, para não deixar dúvidas quanto a cometimento de crimes, outros processos tramitam e ratificam a qualidade deletiva da sigla e vários de seus afiliados, principalmente ex esoureiros, pois outros mais também já foram condenados e outros tantos estão denunciados e aguardando sentenças, que os possam absolver ou condenar.

Administrar com as ferramentas do desvio de conduta, sem dúvida não é  exclusividade do PT e dos que formam em sua fileira, pois foi condenando essas práticas em outras siglas e condutas de anos passados e, se apresentando como a inovação e mudança no jeito de fazer política que a sigla petista ludibriou a boa fé  de muitos eleitores e nestes avivou a esperança de que o Brasil  seria mais justo e melhor para todos e para tantos,haja decepção.Sem duvida não podemos  fazer de conta de que ainda há muitos que creem nesse tocar de flauta mágica e democraticamente devemos respeitar, concordar é outra situação.

Hoje o que a sociedade brasileira recebe como brinde diário e muito caro, é uma avalanche de informação de corrupção em todas as modalidades de delitos e, principalmente onde há erário e, como é mostrado muitos seguem a receita: família que desvia dinheiro público únida, unidos são algemados e vão ver sol quadrado.

Fato é, sem dúvida, que a corrupção no Brasil não é criação ou invenção petista porém,  há que se reconhecer que, pela atuação e desempenho dos vermelhos foi - nos mostrado que em alguma universidade aprenderam os primeiros passos e rapidamente colocaram as mãos no diploma de PHD em corrupção com louvor.

Tropeçaram na arrogância de seus passos e vertiginosa subida ao éden  e , ao se envenenarem com as taças do poder fazer e acontecer e despencaram do bonde da história e mergulharam no lodaçal da bandidagem desmedida e sem limite.

Por isso, possivelmente em outubro receberá do povo brasileiro eleitor consciente e comprometido com os interesses do Brasil amanhã, o passaporte para  o ostracismo político. 

Lúcio Reis

Belém - PA. Brasil 16/01/2018


 
Lúcio Reis Views: 61

Código do texto: 3c1e6a1bb51d4fddb14cad367ecf12df                  Enviado por: Lúcio Reis em 16/01/2018

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Lúcio Reis
Belém, PA, Brasil


 Ver mais textos deste autor