— Paihê!

              — Fala, Carlinhos.

              — Se Deus gostasse de poesia,

                   se Deus cantasse,

                   se Deus dançasse —

                   não seria um cara sem cara

                   bem mais simpático?

   — Deus não é de brincadeira, Carlinhos! 

               — Mas se ele brincasse comigo,

                    bem que eu ia gostar, Pai!

                    Bem que me ensinaria

                    brinquedos que não são chatos.

               — Como é que sabe que não seriam chatos?

               — Você mesmo é quem disse

                    que Ele não é de brincadeira...

                    Daí deduzo que Ele brinca de verdade.

                    LA 


 
Laerte Antônio Views: 43

Código do texto: cba3a66ba38ffb863f65e66b832ca83a                  Enviado por: Laerte Antônio em 07/10/2017

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Laerte Antônio
Casa Branca, SP, Brasil


 Ver mais textos deste autor