Aprendizado

 

Acabei de pintar o teu retrato.

Podes vê-lo depois que secar.

Não sabia que pintava...

Só soube que sabia

Quando comecei a pintar.

 

Aprendi que pintar

É como escrever um poema

Ou compor uma canção —

A diferença é só de tintas,

De palavras

E de voz.

 

Aprendi que saber as coisas

Vem do fazê-las

Com a força e a graça que as funde

E lhes dão forma

De arte.

 

Aprendi que não sei

Só enquanto não quero

Saber.

 

Todos temos em nós

Aquele DNA

Que herdamos do sopro

Do nosso Criador —

Sim, todos nós criamos.

LA

 



 
Laerte Antônio Views: 53

Código do texto: 561be437d59f7d0b7512b00d4ff27866                  Enviado por: Laerte Antônio em 01/10/2017

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Laerte Antônio
Casa Branca, SP, Brasil


 Ver mais textos deste autor