Guarda O Que Tens


Não permitas que o mundo te soterre

essa alegria simples,

que, no fundo, é coragem de viver.

Nem permitas que o mundo ponha absinto

na água que tu bebes.

Nada usurpe, em teu peito,

o espaço da tua paz.

Nada, ninguém consiga vulnerar

a tua fé,

tisnar tua esperança,

esfriar teu amor. 


Navegar e viver 

são dádivas simultâneas...

(Esquece o tédio existencialista dos antigos...)

e aprende a navegar,— vivendo,

e a viver,— navegando...

O nexo de navegar é a vida,

e o sentido da vida

é mais que nave,

é mais que vento,

é mais que vela...

A finalidade da existência é a alegria.

LA


 



 
Laerte Antônio Views: 88

Código do texto: 560248173bebccfaf391d4ad95388ab7                  Enviado por: Laerte Antônio em 13/09/2017

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Laerte Antônio
Casa Branca, SP, Brasil


 Ver mais textos deste autor