Quinze anos é uma data muito especial para quem nasce mulher.  Biologicamente é estar quase no ápice da altura que o espelho lhe refletirá no decorrer de sua existência. E embora estando no começo da vida em relação ao tempo que ela poderá atingir, é a fase mais acelerada no processo das transformações.
      O primeiro dente, engatinhar, ficar em pé, equilibrar-se e seguir.
Seguir em direção aos braços daqueles que mais lhe abraçam: seus genitores que chegam com um sorriso no rosto proferindo palavras com sílabas omissas e terminações no diminutivo para diluir-las em carinhos. Ou ainda, contracenar com sons monossílabos numa linguagem recíproca e afetiva.
     Depois, ensaios para assoprar a velinha com o entendimento da matemática mostrando com o dedinho que completará seu primeiro ano de vida. Na sequência vem o segundo, o terceiro e quando se vê já é hora de ingressar na escolinha. Materiais conferidos, mochila de rodinhas para poupar-lhe a coluna vai misturar-se a um grupo onde todos se vestem iguais e circulam no mesmo espaço. Expressões como: dá licença, obrigada devem estar na ponta da língua demonstrando bons princípios em sua evolução. O lado espiritual também caminha junto: catequese, grupos de amigos que se reúnem tanto para se divertir como para produzir.
     Passeios, aventuras só com deferimento de seus responsáveis: para onde e com quem vai? Muita liberdade, ainda não se sabe administrar. Preferência por músicas, ídolos, algumas extravagâncias no visual é seu estilo de extravasar. Sorrir por qualquer bobeira também faz parte de sua maturidade.
     É assim a adolescente que festeja seus quinze anos com a graça e a esplendor de suas aspirações.
  Hoje a homenageada é (nome da aniversariante) que recebe os cumprimentos de familiares e amigos que prestigiam esta comemoração desejando-lhe toda a sorte do mundo e que alcance suas almejadas conquistas.
E pela atenção que merece,
Sua família se enaltece,
E aos convivas vem lhe apresentar.
Parentes e amigos, reunidos,
Uns jovens, outros mais vividos,
Todos querem lhe abraçar.
E se houver uma lágrima comovida,
Não é de tristeza, pois não é uma despedida,
E sim, porque se celebra a vida.
 
Parabéns (nome da aniversariante),
Saúde, paz, sucesso no seu dia a dia,
E que tenhas longos anos de vida.



 
Arai Santos Views: 606

Código do texto: 591760b0b44ea6b1f1f6d205f40199c4                  Enviado por: Arai Santos em 05/11/2015

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [1]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
Arai Santos
Campo Largo, PR, Brasil


 Ver mais textos desta autora