MAQUIAVÉLICO ENGENDRO

Ary Franco (O Poeta Descalço)

 

            Lembro-me (não sei se ainda existe) do Seguro Desemprego que garantia por tempo limitado um auxílio ao desempregado. Se não me falha a memória, de três em três meses, o beneficiado tinha que provar que tentou, mas não conseguiu emprego. No caso, várias oportunidades eram a ele oferecidas para seu retorno à ativa. Nunca mais ouvi falar nessa Lei que vigorava, independentemente, do Governo atuante. Também não ouço mais falarem no auxílio maternidade (ainda existe?).

            Hoje, no lugar do desusado(?) Seguro Desemprego, funcionam as tais bolsas, cestas e auxílios estrategicamente inventados e monopolizados pelo PT. Por não estar legislada, passa a ser uma privilegiada arma que serve de ultimato ao eleitor beneficiado: “Se não votarem em nós perderão essa mordomia, pois se outro for eleito, vai tirá-la de vocês. Só nós é que poderemos dar continuidade a essas benesses (esmolas).”

            Esta é uma das razões do PT criar, cada vez mais eleitores dependentes, desequilibrando a “odiada classe média” e desabando-a para a classe carente até ao ponto de fazer jus às esmolas. Um povo miserável, sem mercado de trabalho, sem escolha, oprimido de cima para baixo, dependente do SUS, sem poder pagar planos de saúde, aposentados cada vez com menor poder aquisitivo...  essa é a estratégica meta desse (des)governo.

            Uma vez reeleitos, virá o tal decantado plebiscito Democracia ou Socialismo? E, logo em seguida, a censura à mídia (escrita, falada e televisionada). Pronto, estará oficializada a ditadura civil (chamada branca) por tempo indeterminado, pior que a militar, pois a segunda usaria farda e saberíamos identificar facilmente seus componentes, não tão maus como os pintam, diga-se de passagem...

            Por tudo o que temo acima, troco o “Diretas Já” como nos conclamava o saudoso Tancredo Neves, pelo “Intervenção Já” antes que seja tarde (se já não o é), antes que não possamos mais  expressarmo-nos no facebook e outros meios similares de comunicação na Internet, como ainda o fazemos agora, por enquanto...

            Tudo vai piorar e estourar depois do término da Copa, até as eleições. Quiçá, até depois de uma eventual vitória da Democracia e da saída dos ptistas, teremos o fomento ao caos criado pelos grupos sem terra, sem teto e outros mais. Será um “período de chumbo”, pesado a todos nós. Que Deus nos valha! Que esteja eu errado!

 

Nota: Não sou a favor de qualquer tipo de ditadura, mas sim de uma intervenção militar para restabelecimento da ordem e imediatas eleições honestas. Nossas gloriosas Forças Armadas não podem restringir-se a tomar conta de nossas fronteiras ou ficar a espera de uma 3ª guerra mundial para defender nosso amado país. Existem outras formas de nos defender...    



 
Ary Franco (O Poeta Descalço) Views: 1092

Código do texto: 8b82850b5f0a6c57aa216b967825b3ae                  Enviado por: Ary Franco (O Poeta Descalço) em 10/06/2014

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Ary Franco (O Poeta Descalço)
Miguel Pereira, RJ, Brasil


 Ver mais textos deste autor