Editt Schimanoski de Jesus


No dia internacional da mulher temos que fazer um balanço, ver o que mudou na vida das mulheres.

A vida das mulheres melhorou? Quais os avanços que houve e o que precisa ser conquistado!

Hoje podemos votar, trabalhar e estudar. Podemos ser mães, amigas, companheiras e esposas.

Infelizmente em pleno século XXI as estatísticas são bem preocupantes, 12 mulheres são assassinadas e 120 são estupradas,  todos os dias no Brasil.

Isso é muito triste! As mulheres são mortas pelos seus companheiros, esposos, namorados e amantes. Elas são estupradas por violentos estupradores e muitas vezes esses monstros também matam suas vítimas.

As mulheres antes eram submissas e escravizadas. Hoje estão apenas em liberdade condicional!

As mulheres atuam em quase todas as profissões. Mas, quando o assunto é salário, elas ganham bem menos que os homens, fazendo o mesmo trabalho.

Muitas mulheres, criam  os filhos sozinhas. Aí a carga é dobrada. Tem que trabalhar fora para sustentar a família e cuidar dos filhos e da sua educação.

Eu acho que a mulher se sobrecarregou, se vira em três ou quatro!

A lei Maria da Penha veio para fazer justiça para as mulheres, punindo os agressores, mas muitas vezes as mulheres não denunciam de medo das ameaças que sofrem. Ficam suportando  anos de sofrimento, espancamento e outras violências psicológicas, que eu acho as piores. Elas amedrontam e deixa a mulher para baixo sem auto- estima.

No Brasil a violência é preocupante, muitas crianças estão ficando órfãos de mãe.

Muitas vezes ,  a mulher denúncia  o agressor, mas ele desafia a lei e mata a mulher.

O homem sente-se dono da sua mulher. Tem ciúmes, mal trata e não pensa nos filhos que precisam desta mulher, desta mãe!

A independência da mulher é bem equivocada! Acho que é de fachada...

Será que nós mulheres não soubemos criar os nossos meninos? Temos uma cultura machista! Onde o homem tudo pode! E  a  mulher é limitada e controlada.

Lá no Oriente é bem pior nos países islâmicos, a mulher vê o mundo por uma fresta!

Ninguém pode ver o rosto das mulheres, vivem escondidas, dentro de vestidos pretos e longos. Os rostos cobertos com véus e burcas.  Isso é humilhante!

Elas não podem votar, dirigir,  nem assistir um filme no cinema, não podem ir ao estádio de futebol  para assistir aos jogos. Isso é só para os homens!

Mulheres reféns das tradições e da religião. Usam o nome de Deus nestas atrocidades machistas.  

Deus,  é amor e perfeição!  Ele não castigaria as criaturas que ele criou.  A mulher e o homem, ele fez igual de carne e ossos e uma alma imortal.

Eu acho que está faltando mais amor e respeito entre homens e mulheres.

A educação tem que ser no sentido da igualdade entre os sexos. Isso tem que começar em casa na família e na escola.

Acho também que as mulheres têm que se valorizarem  e  juntas  lutarem pelos seus direitos.

A mulher tem que envolver-se na sociedade onde vive, atuando com coragem, interessada pelos assuntos da sua comunidade e da sua cidade.

A mulher tem que  interessar-se  pela política. A mulher tem que votar nas mulheres.

A s mulheres têm que estudarem mais e ajudar para mudar a educação aqui no Brasil que é caótica.

As mulheres já provaram que têm competência, em muitas áreas elas têm cargos de chefia.  A maioria das educadoras são mulheres.

Na política as mulheres são poucas, vereadoras, prefeitas, deputadas estaduais, federais e senadoras. Mas, se as mulheres votarem nas mulheres, elegeremos  a maioria, porque somos a maioria da população!

As mulheres têm que lutarem pelas mulheres. A união faz a força!

As mulheres têm que acreditarem mais nelas mesmas....

Temos que abolir essa cultura extremamente machista! Deixar de pensar que só o homem, pode decidir o nosso destino.

A mulher tem que tomar as rédeas do seu destino nas mãos e junto com o homem e a família, mudarem o mundo.

Que a sociedade possa ser mais justa, com mais educação, mais respeito à vida,  com segurança e amor. Que a vida de todos possa ser melhor.

 

8-3-2018

 

 

 

 

 


 
Editt S. de Jesus Views: 40

Código do texto: f4b2528c939918d6bd15a9c3489cd2ca                  Enviado por: Editt S. de Jesus em 09/03/2018

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
Editt S. de Jesus
Agudo, RS, Brasil


 Ver mais textos desta autora