Foram semeadas por estas plagas, em alguns momentos sementes de pau brasil e quem sabe, ou alguém viu, também de jacarandá, aquela que diz onde eu mandar, vou e senão for apanha um bolo, e pelo visto enxertadas com sementes de óleo de perobá. E a colheita que hoje se constata, são sementes de mentes que só mentem, as caras não tremem e lustram, brilham ante as câmaras e no noticiário aqui no Brasil e mundo afora.

Hoje se constata que nosso País só não é mesmo uma ilusão, pura ficção ou conto de fadas, por que é muito maior do que as mentes mesquinhas e mentirosas, que se agrupadas lotariam um vasto continente, mas que, não conseguiram ver e nem enxergar, pelo fato de que estavam frequentando a mesma sala de aula da mentira, em curso de aperfeiçoamento na arte de trapacear e doutorando-se no mentir e enganar uma sociedade por completo.

Basta ler e tomar conhecimento da carta escrita pelo Eduardo Cunha na cadeia, os depoimentos nos mais variados processos e frente aos diversos magistrados, quando o depoente conta uma versão mas que, em seguida, por outro depoente, ex aliado e companheiro de falcatruas é confrontada e mostrado ser deslavada mentira e assim, como numa corrente, cada elo acrescido é a mais recente e brilhante mentira.

As mentiras republicanas não estão na boca ou na mente de uns poucos mas sim, é como uma praga que a todos afetou e contaminou seria e solenemente.

O pior é que essa síndrome de pinoquio, parece jamais ter fim, pois como o território nacional é enorme, essa praga da mente que só mente, está em todo local e de maneira especial e concentrada onde há o mel do erário, a funcionar como o mais propicio foco a fazer a maldita praga prosperar largamente.

Quem sabe ante demasiadas mentiras no ar, o brasileiro sofra um surto de verdade e retire da vida pública os mentirosos e suas mentes poluídas e corruptas que, passaram a crer que uma mentira repetida inúmeras vezes vira uma verdade inconteste e assim, é só esperar o outubro de 2018 e promover a lavagem geral, retirando esses mentirosos dos parlamentos sem perdão e alegremente.

Depois de não mais sermos vistos como dementes, dá até para compor o que se segue:

No Brasil há mente de toda sorte/ Gente de mente mentirosa/ Transitando engravatado e forte/ Nos poderes e todo prosa/ Da para compor em rima e prosa/ E até mesmo é possível mudar/ O Zé Carioca nosso representante/ Pelo Pinoquio deselegante/ E nele colocar sem cerimonia/ Um bottom de politico da hora e do dia/ Com porte austero e brilho pórtico/ Mas no fundo para cada um ver/ Pelo modo de atuar e ser/ É autêntico corrupto no poder.

Lúcio Reis

Belém do Pará

Em 22/06/2017.


 
Lúcio Reis Views: 117

Código do texto: e57df4dde606369ea1a8a2dc45bd24a2                  Enviado por: Lúcio Reis em 22/06/2017

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Lúcio Reis
Belém, PA, Brasil


 Ver mais textos deste autor