Amanhã é um palco no qual a cortina ainda não se abriu, logo, a peça não começou e a plateia ainda compõe extensa fila para chegar a bilheteria, independente da idade e nela, muitos dialogam, falam de si e iniciam uniões, relações outras e também de amizade.
Ontem, a peça já terminou, à saída a plateia comenta entre si, pois enquanto alguém muito gostou e aplaudiu, houve alguém que detestou, de decepção chorou e de arrependimento se auto esganou ou em alguém tentou ou descontou sua ira, seu descontentamento.
Hoje, a peça se desenrola, os atôres estão em cena, provocam sorrisos mas, também há atos que levam a tristezas, as incertezas, passagens que conduzem as lágrimas de emoções mas também de  decepções e até, em função de outras encenações afloram a ira, a rivalidade, as traições e por isso abundam também, reclamações.
Os ingressos prosseguem sendo oferecidos, ofertados e vendidos, posto que, sempre há, houve e haverá atôres representando e plateia observando. Os valores quem os definem são os compradores, pois eles construirão a qualidade de seu show!
É normalmente dito que o show tem que continuar! E como um circulo que não tem inicio e nem tem fim, viver é um teatro de portas sempre abertas, no qual a plateia vive e representa sem ensaio, cada qual o seu roteiro o seu script e não há um diretor a mandar parar, repetir e recomeçar, pois no hall de entrada há um grande aviso que diz: ao haver a concepção e o respirar iniciou, cada qual siga em frente, pois a cortina se abriu e o ato anterior jamais será o de agora e nem o de depois.
Por isso fica, e é incompreensível a  razão pela qual os atôres desse teatro se combatem entre si, em muitos casos, ferrenhamente e assim rasgam seus roteiros e voltam para fila da bilheteria, pois perderam seus assentos na plateia.
No entanto, há aqueles que seguem e atuam de conformidade com o que está escrito em cada capitulo de sua encenação, não colam e nem olham para o papel do lado, vivem cada emoção que abala deliciosamente o seu coração, em outros nada dizem ou falam e apenas com o olhar representam, despertam sentimentos milagrosos que levam as almas as lágrimas e tornam tudo mais leve, gostoso e inesquecíveis.
E por isso, como a humanidade é eterna, o viver sempre sera o teatro, no qual, estaremos na plateia e esta será o palco de cada um ser e ator de si mesmo. Pois convenhamos, viver é maravilhoso e com sorriso e alegria é Divinal!
Lúcio Reis
Escritor – Contista e Poeta
Belém, Pa – Brasil

Em 19/12/2016

 
Lúcio Reis Views: 227

Código do texto: 81c5d8aa6b9ceac5282d2d6c9e5d2f8e                  Enviado por: Lúcio Reis em 18/12/2016

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Lúcio Reis
Belém, PA, Brasil


 Ver mais textos deste autor