Transubstanciação


No fim do dia

cremo as minhas sensações

para que vejam a Deus.

E sigo, vou em frente

com o coração pensando outras,

com o pensamento sentindo

o quanto a vida vale a pena

quando vemos a verdade

com os anéis da beleza.

E isso tudo vivido

no mais profundo

e sagrado silêncio —

animações em corpo,

corporações em alma:

para um viver que aprende

com a transubstanciação

da vida em mais-vida.

LA



 
Laerte Antônio Views: 151

Código do texto: f6065b3178f19d514a0e0f0ad47babb3                  Enviado por: Laerte Antônio em 18/05/2017

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Laerte Antônio
Casa Branca, SP, Brasil


 Ver mais textos deste autor