Trova glosada 55

Mote

NADA NO AMOR SE PREVÊ,

AS COISAS VÂO.SE PASSANDO,

SEM QUE SAIBAMOS PORQUÊ,

NEM DE QUE MODO, NEM QUANDO!

 

== Trova do troveiro imortal

Português SILVA TAVARES ==

Glosa:

Amuados ou em frenesim,

São segredos que ninguém Vê

Penso que sempre foi assim,

NADA NO AMOR SE PREVÊ!

 

Viver isto com felicidade,

N’um diálogo doce, brando,

Pouco a pouco em intimidade,

AS COISAS VÃO-SE PASSANDO!

 

Ver tudo quando há ensejo,

Decifrar do amor o que se lê,

Tudo se cria com desejo,

SEM QUR SAIBAMOS PORQUÊ!

 

O amor é em cada mulher,

Os desejos surgem em bando,

Gozar quando maré houver,

NEM DE QUE MODO, NEM QUANDO!

 

 


 
Nelfoncar Views: 275

Código do texto: b521a8c87a34954e3499c92b29a90a8c                  Enviado por: Nelfoncar em 02/07/2016

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Nelfoncar
amora Portugal, EX, Portugual


 Ver mais textos deste autor