TROVA GLOSADA 46

Mote

 

Mulher, escuta meu pranto,

Meus tristes ais e suspira,

Teus castos hinos d’amor,

Juntos aos sons da minha lira!

(trova popular)

 

Glosa.

Este meu juramento tem,

Aquilo que ador tanto,

Pelo teu despreso, ouve bem

Mulher, escuta meu pranto!

 

É esta minha dedicação,

Talvez penses que é mentira,

Ouve o que te diz o coração,

Meus tristes ais e suspira!

 

Como podiam ser olvidos,

Se não vejam este rancor,

Eu tenho sempre nos ouvidos,

Teus castos hinos d’amor!

 

As lembranças são constantes,

Minh’alma com teu mimo delira,

Teus beijos, são as descantes,

Junto aos sons da minha lira!

 


 
Nelfoncar Views: 305

Código do texto: 897089a365a86afb98c1df1373aaf08e                  Enviado por: Nelfoncar em 10/04/2016

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Nelfoncar
amora Portugal, EX, Portugual


 Ver mais textos deste autor