TROVA GLOSADA 40

 

MOTE

A lua nasceu outrora

Dos seios d’uma mulher,

E os raios da lua agora

São leite puro a correr!

(Autor Anónimo)

GLOSA

Talvez seja há anos distantes,

Esta ideia corrabora,

Afirmam que pra os amantes,

A lua nasceu outrora…

 

É velho mas faça-se justiça,

Seja eu ou outro qualquer,

O alvor que nos enfeitiça,

Dos seios d’uma mulher…

 

Nessa noite com tal sonhar,

Posso garantir sem demora,

Teu sorriso pode-se ligar,

E os os seiso da lua agora…

 

Foi n’uma noite de festejos,

De deleitável prazer,

Digo-te beber os teus beijos,

São leite puro a correr!

 

 


 
Nelfoncar Views: 352

Código do texto: 47b80b0f2a61527078f65d6c7fc66f37                  Enviado por: Nelfoncar em 03/02/2016

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Nelfoncar
amora Portugal, EX, Portugual


 Ver mais textos deste autor