"O Outono devolve à Terra, as folhas que ele emprestou ao verão"
A humanidade parece alienada há todos os
movimentos da natureza.
São raras as contemplações na chegada 
de uma nova estação.
Se observarmos bem, 
tudo é tão habitual,  tão corriqueiro,
ninguém percebe os dias mais sombrios,
menos alegres, 
a despedida das folhas,
o tapete dourado que cobre o chão.
Suave como uma folha em movimento,
abro os portais do tempo,
atravesso caminhos além do mundo,
 espero a essência de uma nova estação.
As essências são para perfumar,
para amar,
para esperar.



- Helena Huback -


 
Helena Huback Views: 212

Código do texto: 444bb1c5c26d3863660d2236c26684b8                  Enviado por: Helena Huback em 29/08/2016

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
Helena Huback
Nova Friburgo, RJ, Brasil


 Ver mais textos desta autora