Maria é defensora da dignidade humana,
que pronunciou O Sim, desde o início até o fim.
Mesmo depois de Simeão tê-la prevenido do sofrimento
pelo qual passaria, não deixou de encorajá-la a aceitar a triste dor.
 
 
 
Ó Virgem Imaculada, que protege teus filhos,
mesmo aqueles que vivem sem amor e sem esperança.
Precisamos de Ti, Senhora, para superarmos as intempéries
e as amarguras dos egoístas, gananciosos e corruptos.
 
 
 
Com as dores de Maria, vamos compreender o sofrimento,
e o martírio de Jesus na Cruz.
Teu povo, Ó Mãe, recorre à Tua proteção e prostrado aos teus pés,
coloca sua vida em Tuas mãos para que os socorra na agonia e dor.
 
 
 
Maria, lutadora pelos excluídos e abandonados,
vinde trazer-nos a alegria, a paz e a justiça.
Protege, Ó Mãe, aqueles que lutam por nossos irmãos,
e mostra-nos um caminho para a comum união.
 
 
 
Ó Maria, alegria e amor dos pobres excluídos neste mundo,
elimina a ingratidão, a indiferença e a frieza dos injustos que não tem
compaixão, que só querem mostrar-se orgulhosos e sem coração.
Maria, és o socorro dos que andam pelas ruas por um pedaço de pão.
 
 
 
Socorre, Maria, os oprimidos e injustiçados que são excluídos
de nossa sociedade, de nosso meio  e protege-os.
És fiel e servidora e nos fazes compreender o sofrimento da humanidade
carente de liberdade para clamar por solidariedade e libertação.
 
 
 
Maria, auxílio dos que promovem a vida, dos que procuram afastar
os opressores, que traficam órgãos e passam drogas aos necessitados e explorados.
Males estes que dificultam nossos esforços por uma sociedade regrada e mais humana.
Maria, afasta destes viciados o mal que os corrói e mata!
 
 
 
Como modelo de fidelidade a Deus, transforma com teu amor a nossa vida
através da palavra de Deus e das coisas Dele.
Força divina que nos protege, liberta e nos traz a paz, o conforto aos
pobres, injustiçados, excluídos e traz a eles a salvação.
 
 
 
Maria, Mãe compassiva, que com Teu olhar de bondade e ternura
perante a cruz, olha para o sofrimento de Teu filho, aceita de pé
a dura e triste condenação e nos ensina amar, com Ele
teremos uma vida de comunhão.
 
 
 
Maria, nossa esperança, força e união.
Mãe terna e sofredora, neste momento em que clamamos
aos Teus pés, eleva nossas preces para Teu filho amado!
Em Jesus encontraremos a calma de nossas dores e a libertação.
 
 
 
Serra Negra
16/09/14

 
 


 
José Ernesto Views: 903

Código do texto: 179d1e930983faa82b45a27bc4b8d4c6                  Enviado por: José Ernesto em 30/09/2014

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
José Ernesto
Serra Negra, SP, Brasil


 Ver mais textos deste autor