Belo é dizer mesmo duas vezes o que é necessário. "- Empédocles  Sobre a Natureza)  citado in álbum – “Parolas ao sol  em um Poema do Ebook de mesmo nome http://vicamf.multiply.com/photos/photo/71/1

 

Em meados de agosto (2011) a primavera dava seus sinais, ladeando vias Ipês de vários tons, sobretudo os rosados floresciam, azaléias em profusão alargavam seus ramos de tonalidade inigualável, assim como as orquídeas de jardim, desabrochavam uma a uma e, a cada haste prenha de cor íamos sendo agraciados. 

Setembro chegou deslumbrante, já no início uma grande amiga aniversariou, Socorro Lima Dantas, cujo site é uma homenagem à Poesia e às amizades( Valsa dos meus sonhos). Esta personalidade foi celebrada magnamente pelos membros Poetas e Escritores;Acadêmicos assim como pelos demais membros da Diretoria da AVSPE ( Academia Virtual Sala Poetas e Escritores) na qual a Poeta citada ocupa o cargo de Consultora Jurídica, com competência e cuja Fundadora e Presidente é a querida e nobre Poetisa Efigênia Coutinho. 

Em seguida, nos primeiros dias do mês, consegui criar tempo, para responder à solicitação feita pela amiga Iara Melo do Portal CEN ( Cá Estamos Nós) “ a maior ponte cultural sobre o Atlântico, unindo Países irmãos, Brasil e Portugal”, a participar deste dileto espaço. Uma vez respondendo à entrevista que me foi enviada em fevereiro de 2009, passei a integrar o renomado Site, o que me proporcionou imensa satisfação. Desejo registrar meus sinceros agradecimentos pela paciência de Iara e Carlos Leite Ribeiro, por aguardarem o “meu” tempo e pela oportunidade que me envaidece, afinal todos fazedores de versos não podemos negar este “pecado capital”; a vaidade que clama por reconhecimento e pelo afeto deste proveniente.  

Logo no coração do mês em questão, a AVSPE, entidade Cultural, citei acima sua fundadora e Diretora, de grande importância visto a amplitude de divulgação das obras de seus membros e a capacidade de fomentar a afetividade e solidariedade Poética no espaço Acadêmico Virtual, comemorou seu Quinto aniversário, gerando manifestações de seus membros de forma massiva com obras de indiscutível talento, e inspiradora dedicação.  

Setembro é especialmente um mês de congraçamento e celebrações que vão além da chegada do dia da Floresta Amazônica, Dia da Árvore e enfim a celebração maior onde somos postos a cantar de todas maneiras o que nos espanta e extasia;a Estação das Flores, do amor amizades e da alegria! Sim alegria e gratidão pelo equinócio primaveril, festejado desde os primórdios da civilização, no qual erguemos brindes à sobrevivência ao rigor da estação anterior; o impiedoso inverno... 

Bem logo após as emoções dos supracitados eventos festivos eis que chega a véspera de meu aniversário e nesta data para minha alegria o cosmo providenciou que encontrasse pessoalmente a imprescindível amiga Lizete na sexta feira 23 de setembro p.passado. Muito significativo ter sido agraciada com o encontro feliz pois esta pessoa tão adorável foi responsável pelo meu retorno do coma há 16 anos passados. Sua intervenção foi crucial, explico, ela teve a coragem de GRITAR por meu nome na UTI e por seu apelo desesperado, decidi voltar do Paraíso em que me encontrava... 

Então que assim seja, aceitar e afirmar a existência e criar raízes de essência, floral se for possível, enquanto for solicitada vigor´amorosamente! Pois que um corpo vale enquanto co existe e é necessário a outros corpos, a isto chamamos AFECTO ! 

Recebam meus caros amigos meu abraço emocionado por mais um ano de convivência amorosa no caminho nada fácil, mas possível enquanto houver sermos humanamente possíveis de cativar e sermos cativados e desta forma agraciados com as amizades, tecidas fia a fio, palavra a palavra, olhar atento à olhar atento, atitude ousada e sinceridades raras...

Afirmo neste abraço que a criatividade bailante nos faz transmutar e, de casulo em casulo criarmos asas...

Pois que seja perdido um só dia que não se tenha dançado...consoante meu amado Nietzche; Visto que escrever-ler é dançar acima das nuvens , é tocar estrelas com os pés e das profundezas da terra e oceânicas, resguardando ancestralidades; tulúrica e aquática...Assim como aprendi com Empédocles   Purificações “... já fui moço, e moça, e planta, e pássaro, e um mudo peixe do mar..." ,sob este sol e sob o saber da física; poeira estelar... 

Para finalizar , nos últimos suspiros deste ciclo lunar, hoje 28 de setembro, aniversaria minha genial amiga pessoal Michele Sato, Prof.Doutora Filósofa (UFMT), que gentilmente colabora textualmente, com o Canal de Filosofia do Espaço Ecos do Portal VMD. Michèle é uma grande amiga virtual, cotidianamente presente, sendo que passamos a gerir uma cumplicidade artefilospsipoética a mais de cinco anos. 

Com a fé nas “pequenas virtudes” possíveis e, na natureza que expira, transpira e inspira-nos a buscar a resistência ante aos embates típicos ao que se move, desenvolve e fenece, gerando fermento. Sim ao findar e recomeçar um ciclo renovam-se crenças de sermos agraciados com futuros setembros e que nestes haja devaneios e utopias primaveris, em quantidades suficientes para que possamos galgar um patamar que nos aproxime dos anseios mais elevados. Sendo eles os de construir um mundo mais belo, justo amistoso e, quiçá venusiano como são os sonhos dos que amam a harmonia como nós os librianos...

 

25 setembro 2011 publicada in http://www.vaniadiniz.pro.br/virginia_fulber/index.htm

http://vicamf.multiply.com/photos/photo/109/89 - http://vicamf.multiply.com/photos/album/122#photo=21


 
virginia vicamf Views: 1556

Código do texto: 8fc5462e274fea2f6f6f106f06646d5a                  Enviado por: virginia vicamf em 13/02/2013

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [2]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
virginia vicamf
Novo Hamburgo , RS, Brasil


 Ver mais textos desta autora