NOVAS TROVAS 109

 

Queres que reze contigo,

São esses os teus desejos?

Mas ouve, isto te digo,

Selamos tudo com beijos!

 

Se queres saber as arrelias,

Quanto vale o que te quero,

Espera por mim sete dias,

Que eu depois considero!

 

Ouve: - não te vou esquecer,

Custe o custar, vou agir

Já vi e entendi, é de ver,

O melhor é saber e fingir!

 

Toda mulher que se adeja

Quando um certo olhara a fita,

Por muito ingénua que seja,

Sabe logo que é bonita!

 

Meninas, vamos ao vira,

Que foi moda no passado,

Vê, vira, vira, delira,

Que eu d’amor estou virado!

 

Minha trova não tem valor,

Vê-se é d’um analfabeto,

Que um dia quis ser trovador,

Que acabou sem intelecto!

 

O tempo tem sempre valor,

Em muitos casos no p’rigo,

Não é só nas coisas do amor,

O tempo mostra o amigo!

 

 

 


 
Nelfoncar Views: 253

Código do texto: 6f13f4753f7d85e99738bc021a62beb0                  Enviado por: Nelfoncar em 19/03/2016

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Nelfoncar
amora Portugal, EX, Portugual


 Ver mais textos deste autor