TROVAS 97

 

O tempo, o tempo abraça

Tudo que sonhamos de mais,

Quando a ideia é devassa,

Podemos contar, não passa,

O tempo só quer coisas legais!

 

Leiam isto que interessa,

Ditado que sei é, secular:

-- Quem se casa com pressa,

Aborrece-se devagar

 

Amigo nada faças à toa,

Casamento é importante,

Avalia a mulher real pessoa,

Será tua eterna amante!

 

Todos falam na amizade,

Ajudar em todas facetas,

Nisto surge uma dificuldade,

Dizem: Aguenta as canetas!

 

Ninguém diga qu’está bem,

Que travar não há quem,

Ou é enigma de grandeza,

Co’a infinda natureza,

De tudo que vem ou não vem!

 

O tempo passa depressa,

Nem se dá pela passagem,

D’aquela velha promessa,

Mas o tempo leva em viagem!

 

No livro da nossa vida,

Dia a dia tem a sentença,

Ouvir e não dar medida,

Pra que mal-dizer não vença!

 

Aqui tens as contas que faço,

Ouvir bem, já é teu credor,

Um dia destes um abraço,

Dei-te mil beijinhos d’amor!

 

O fracasso é sempre lição,

Que nos obriga a corrigir,

Ai quem for mandrião,

Que se prepare pra cair!

 

Não há quem possa apagar,

Um amor em grande chama,

Quem à força tentar,

Muito mais o inflama!

 

 

 

 


 
Nelfoncar Views: 337

Código do texto: 87bdca442aedc1a056184cc80234651e                  Enviado por: Nelfoncar em 05/12/2015

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Nelfoncar
amora Portugal, EX, Portugual


 Ver mais textos deste autor