TROVAS SIMPLES

 

                                 Saudade não tem apenas,

    Profunda tristeza e pranto,

Tem muitas vezes cenas,

     Que nos tira do desencanto!

 

Amor! Amor, mais amor,

Com tudo mais que perfeito,

Minto, há seja lá onde for,

Que tem interesse suspeito…

 

Que pergunto bisbilhoteiro,

A qualquer que seja trovador,

não será o cheiro ao dinheiro,

O “fogo” de tanto amor!

 

Assim do amor desconfio,

É sentimento que revela,

Ser só um tredo atavio,

Pra cair na esparrela!

 

Agora não há Julietas,

Um amor que terno o segue,

Não importa serem jarretas,

Com grana tudo consegue!

 

O prazer é um pecado,

E pecar por vezes é prazer,

Como é que ser muito amado,

Que pecamos para viver?

 

Dizem torto e a direito,

A entrega a grande amor,

Pode trazer muito proveito,

E do proveito amargor

 

Puseste a mão no meu peito,

Não sentiste o coração...

Sorria amor nos meus olhos,

Os teus gritaram: Traição!

=

AMORA== Portugal

 

 

 

 


 
Nelfoncar Views: 565

Código do texto: 6c30f9cb3b6d41b26af33bc38ec80b44                  Enviado por: Nelfoncar em 16/07/2015

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Nelfoncar
amora Portugal, EX, Portugual


 Ver mais textos deste autor