TROVA GLOSADA 11

 

MOTE

Quando brilha a lua cheia,

Amam as fadas as flores

E a rosa, com ser rainha,

Também não rejeita amores.

(Trova de P. Chagas)

 

GLOSA

És falsa até no cantar

Teus lindos canto d’aldeia,

Já de noite a horas mortas,

Quando brilha a lua cheia.

 

Não tens amor a ninguém;

Tendo tantos amadores,

Pois amar não é delito,

Amam as fadas e as flores.

 

Todos amam, é o destino;

Até a flor mais mesquinha

Se prende em laços d’amor,

E a rosa com ser rainha.

 

Só tu me foges, ó flor,

Escondendo teus primores,

És mais que a rosa, pois ela,

Também não rejeita amores!

 

 


 
Nelfoncar Views: 527

Código do texto: 7a3d87317623ea49e5de26d69aa88b72                  Enviado por: Nelfoncar em 05/07/2015

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Nelfoncar
amora Portugal, EX, Portugual


 Ver mais textos deste autor