TROVAS MALICIOSAS 2

 

Ora loura, ora morena,

De tanta cor mudas e pintas,

Talvez te valha a pena,

Um marido troca-tintas!

 

O amor que a mulher tece,

É caldo verde bem preparado,

Quando um dia o amor arrefece

Temos o caldo entornado!

 

Andas atrás da riqueza,

És louco com essa mania,

Não tens juízo com certeza,

Breve vês a “arca” vazia!

 

É estar só com meu desejo,

É que esses desejo m’inflama,

Eu quanto mais gente vejo,

Mais só me vejo na cama!

 

Eu te amo, tudo em ti me tenta,

Se não fosse essa só questão,

Seres a pia da água benta,

Onde todos metem a mão!

 

Quem amar muito não dorme,

Nem de noite nem de dia,

Quanto a mim é conforme,

Saber o corpo da minha MARIA!

 

Pus o teu anel mais o meu,

Com toda a fé, lado a lado,

Vê, a alegria que nasceu

Nosso pimpolho desejado!


 
Nelfoncar Views: 467

Código do texto: 721763e4afd81999fac803668a2b972e                  Enviado por: Nelfoncar em 10/05/2015

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Nelfoncar
amora Portugal, EX, Portugual


 Ver mais textos deste autor