Tenho fases, como a lua,
quando cheia:
transbordo em luminosidade, fantasio às sombras, 
rodopio, faço círculos, risco e rabisco, 
danço com o desconhecido.
Infinitamente afora,
clareio o escuro,
pelos beirais do mundo.
Fascinada pelo brilho que espalho,
na imensidão de uma noite nua,
caminho entre céu e terra.
Quando minguante:
me escondo,
ando dentro de mim,
envolvo-me em silêncios,
reflito, sobre o começo e o fim.
Nesse intervalo,
não deixo minh´alma aflorar,
sufoco sentimentos,
suavizo lembranças,
afago a solidão.
Quando, retorno ao estado de liberdade,
na plenitude da emoção,
às recordações acordam,
a saudade me invade, 
e, eu choro.


- Helena Huback -

 
Helena Huback Views: 117

Código do texto: 769d1c8c1c4859221dfa729259110bf1                  Enviado por: Helena Huback em 09/10/2017

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
Helena Huback
Nova Friburgo, RJ, Brasil


 Ver mais textos desta autora