EQUÍVOCOS

Ary Franco (O Poeta Descalço)

 

Falei quando deveria calar,

Calei quando deveria falar.

Chorei quando deveria sorrir,

Sorri quando deveria chorar.

Fui sincero quando deveria fingir,

Fingi quando deveria ser sincero.

Aplaudi quando deveria apupar,

Apupei quando deveria aplaudir.

Acreditei quando deveria duvidar,

Duvidei quando deveria acreditar.

Recuei quando deveria avançar,

Avancei quando deveria recuar.

Errei quando deveria acertar,

Acertei quando deveria errar.

Aceitei quando deveria recusar,

Recusei quando deveria aceitar.

Fui franco quando deveria mentir,

Menti quando deveria ser franco.

 

SONHEI QUANDO NÃO DEVERIA SONHAR,



 
Ary Franco (O Poeta Descalço) Views: 899

Código do texto: 55ec1e6ee99eab9ce125d483d1ee0801                  Enviado por: Ary Franco (O Poeta Descalço) em 10/02/2015

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre o autor
Ary Franco (O Poeta Descalço)
Miguel Pereira, RJ, Brasil


 Ver mais textos deste autor