A felicidade precisa estar em nós,
não importa se nossas feridas não cicatrizaram,
se os obstáculos que precisamos atravessar,
pacientemente estão nos esperando.
Não importa se alimentamos fraquezas,
quando deveríamos fortalecer nossas próprias asas,
e que nossa coragem muitas vezes nos abandona,
quando mais precisamos dela, diante de pequenos obstáculos.
Que estranha é essa escolha que nos faz alimentar abismos,
quando o que mais precisamos e voar.
Não importa se as pendências do dia dia,
nos aguardam pacientemente, 
 para que as enfrentemos corajosamente.
Não importa se nossos sonhos não aconteceram,
envelheceram-se,  sem que tenhamos vividos intensamente.
Não importa se o amor nos abandonou, e muitos dos  nossos planos,
mais uma vez foram adiados.
Não importa se só a saudade ficou como testemunha, 
de palavras, juras, afetos, esperanças,
que foram confidenciados em segredos,
em dia de extasiado amor.
Não importa se meu nome é  "SAUDADE",
"Só sentimos saudade de quem tocou nossa alma."
A confiança faz-nos avançar, quando o medo se impõe ao nosso desejo,
é preciso continuar caminhando,
a vida é preciosa demais, e a todo instante cobra nossa indentidade.
Precisamos desbravar horizontes, estar vivo para recomeçar,
ter certeza que depois de cada montanha, outra maior surgirá.
A vida nos convida a recomeços,
ela nos impulsiona para grandes desafios, 
 aprender para ensinar,
anoitecer para amanhecer,
agradecer para receber.
Na travessia, surpresas risonhas virão novamente,
 o que foi belo,  permanecerá sempre belo na lembrança,
o que for para nós, procurará um atalho para nos encontrar.
Ou estamos no céu,
ou estamos em muitos céus,
depende do lugar em que desejamos ficar.


- Helena Huback -


 
Helena Huback Views: 929

Código do texto: 5ff44daa3eed773b0c4c1caba3d95be9                  Enviado por: Helena Huback em 09/12/2017

Compartilhe este texto com seus amigos   
 
  
  

Copyright © 2018 Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

 
Ler Comentários [0]


 Escrever comentário

 
Sobre a autora
Helena Huback
Nova Friburgo, RJ, Brasil


 Ver mais textos desta autora